Quando pensamos em gerenciamento de obras, garantir a qualidade da entrega bem como o cumprimento dos prazos estipulados é o que prova a eficiência na gestão de obras.

Basta observar o andamento do cronograma e a situação do orçamento que descobrimos se a o gerenciamento de obras está recebendo a devida atenção.

Nesse sentido, para que o profissional seja capaz de fugir das temidas alterações em seu cronograma de obras, é necessário contar com ações preventivas. 

Garantir o correto desenvolvimento das atividades propostas só será possível por meio do dimensionamento e planejamento de cada uma das etapas de obra, do uso de recursos capazes de antever custos, e também por meio de uma comunicação clara entre os colaboradores de obra. 

Se você é um profissional da construção civil então sabe o que um aumento de custos não programado ou atraso no cronograma sabe o trabalho que dá para acertar contornar esses imprevistos.  

Pensando nisso, preparamos um conteúdo com os 4 erros comuns que não devem estar presentes durante seu gerenciamento de obras. Confira!

Um mal gerenciamento da obra

O má gestão do tempo é o seu inimigo número um no gerenciamento de obras. Isso porque, quem sofre diretamente as consequências da forma como você gerencia o seu tempo são os prazos da obra.

Já parou para imaginar o que o atraso de um mês na sua obra pode significar? O impacto é consideravelmente grande, uma vez que medidas como dobrar a jornada de trabalho e regimes de horas extras tornam-se recursos comuns a serem adotados em situações de risco. 

O problema disso é que, ao aumentar a jornada de trabalho, aumentam também os custos com mão de obra, o que afeta gravemente o orçamento da obra. 

Justamente para evitar esse tipo de situação é que é  importante separar as atividades por prioridades e incentivar seus colaboradores para que sejam pró ativos diante de uma dificuldade. Isso faz r com que sua equipe tenha autonomia para filtrar os problemas, o que como consequência resulta em um aumento do ritmo de produtividade.  

Falta de controle das finanças

Outro grande problema do gerenciamento de obras é a falta de controle e acompanhamento dos custos. Quando você deixa de acompanhar diariamente o seu orçamento, quando perceber que está no vermelho será tarde demais para reverter a situação. 

Adapte-se à uma rotina de compromisso com sua planilha de gastos, desde os previstos como gastos com materiais como cinta de carga ou lona de caminhão e também os não previstos. Organize-se de maneira preventiva dentro da realidade e condições do seu empreendimento.

Controlar pagamentos e gerenciar as compras exige foco total na execução. Por tanto, não deixe para amanhã a disciplina que você pode adotar hoje. 

Para te ajudar nessa difícil tarefa, você pode contar com o uso de softwares de gestão de obras. 

Comunicação interna falha

Problemas de comunicação entre colaboradores de obra são outra grande falha no gerenciamento de obras. Quando não existe uma comunicação clara entre os envolvidos no projeto, as chances de pequenos problemas tornarem-se irreversíveis é enorme. 

O diálogo na maioria das vezes é o elemento principal no momento de encontrar uma solução, e numa equipe de obras não deve ser diferente. Uma comunicação alinhada e motivada pode ser a chave do sucesso de um projeto.

No entanto, para que isso seja possível, é necessário contar com uma ferramenta capaz de integrar todas as áreas da empresa, de forma a facilitar o compartilhamento de informações do projeto. Mais uma vez, contar com softwares especializados em gerenciamento de obra pode ser um diferencial enorme! 

Desperdício de materiais

A logística e armazenamento de materiais para a construção também fazem parte do gerenciamento de obras, por mais que muitos achem que não. Esse controle tem como papel evitar desperdícios e manter-se dentro dos gastos previstos no orçamento.

Acompanhar a utilização dos materiais  é um tópico primordial que precisa estar na lista de afazeres de um gestor, do contrário os níveis de desperdício podem chegar a números estratosféricos. Estudos apontam que os para alguns setores e materiais, as perdas podem variar entre 8% e 288%. Isso compromete a produtividade no canteiro de obras!  

Nesse acompanhamento é importante ter o controle de todos os materiais utilizados, até mesmo os cabos elétricos que serão utilizados para ligar alguns equipamentos, por exemplo.

Faça o gerenciamento da sua obra e tenha melhores resultados

Como vimos neste conteúdo, o gerenciamento de obras existe para que haja o planejamento e controle de toda a construção feita. Somente por meio do acompanhamento dos processos de obra é que será possível tomar medidas preventivas no canteiro de obras. 

Alguns pontos que merecem atenção são a gestão do tempo no canteiro de obras, bem como o controle dos custos, a qualidade da comunicação, e claro, a gestão do estoque. 

Gostou das nossas dicas? Faça agora mesmo o gerenciamento da sua obra e tenha melhores resultados na sua construção.