A vida dos arquitetos que trabalham de forma autônoma quase sempre é muito corrida, e demanda muito jogo de cintura. Inclusive, você já deve ter pensado em várias técnicas para otimização de tempo, e sabe como elas poderiam aumentar o seu rendimento.

No entanto, é comum que os profissionais tenham dificuldades para tirar as ideias do papel e promover melhorias realmente significativas em suas rotinas.

Pensando nisso, preparamos este texto para você, que quer render mais e gerir melhor os seus trabalhos. Então, continue lendo e confira agora as nossas 8 dicas de produtividade para arquitetos!

1. Crie um cronograma detalhado

De fato, muito se fala a respeito da importância do planejamento para otimização de tempo — e não ficaremos aqui repetindo o que todo mundo diz. No entanto, vale ressaltar que elaborar um cronograma detalhado é fundamental para que você consiga cumprir todas as etapas e entregar os projetos.

Muitos arquitetos têm dificuldade em lidar com o gerenciamento de seus projetos porque têm mais habilidade para a área criativa — o que é perfeitamente natural nessa profissão. Nesse sentido, a elaboração de um cronograma detalhado pode ajudá-lo a gerir melhor sua produção e se concentrar nas tarefas mais importantes.

Por isso, invista um pouco do seu tempo no início de cada trabalho para elaborar uma estratégia e definir metas e prazos. Escreva todas as tarefas que devem ser cumpridas e se esforce para seguir o cronograma.

Dessa maneira, o cronograma funcionará como guia para seu trabalho. Afinal, quando você visualiza as metas e afazeres, fica muito mais fácil se avaliar e se motivar a trabalhar de maneira mais eficiente.

2. Deixe margem de folga para imprevistos

Mesmo com todo o planejamento, sempre vão surgir imprevistos e situações inesperadas. Então, para evitar ter que trabalhar muitas horas extras, deixe uma margem de folga para os imprevistos.

Ao fazer isso, você garante que conseguirá cumprir o prazo combinado com o cliente, sem ter que se sobrecarregar. E essa margem de folga ainda assegura que você prometerá um prazo realista.

Assim, caso apareça algum problema, você terá tempo de se adaptar sem precisar virar noites trabalhando para entregar no tempo combinado. Por outro lado, se tudo correr bem e não surgir nenhum problema, você ainda terá algum tempo sobrando para revisar o projeto.

 

Banner_diario

 

3. Dê preferência a parceiros que cumprem prazos

Você já tem trabalho demais para ainda ter que cobrir os atrasos de outras pessoas, certo? Por isso, busque parceiros confiáveis, comprometidos e responsáveis. E cerque-se de pessoas produtivas, dando preferência a quem cumpre o que promete.

Sabemos que nem sempre é fácil encontrar bons profissionais, mas continue procurando; peça indicações e pesquise bastante. Lembre-se: o importante é que você consiga delegar tarefas e ficar tranquilo quanto à execução delas.

4. Valorize o seu próprio tempo

O seu tempo também é valioso demais para ser desperdiçado com tarefas que não agregam nenhum valor. Portanto, corte todas as rotinas desnecessárias, automatize processos repetitivos, defina prioridades e tenha cuidado para não cair nas suas próprias armadilhas.

A procrastinação, por exemplo, é uma grande inimiga da produtividade dos arquitetos, então, elimine as suas distrações. Além disso, em vez de empregar seu tempo em pequenas tarefas que não surtem muito efeito, dê prioridade àquelas que criam resultados palpáveis.

Se necessário, aumente o controle do seu tempo por meio de agendas: defina os horários para trabalhar e para relaxar. Tente manter uma rotina para que você cumpra seus cronogramas e responsabilidades.

5. Tenha um portfólio bem estabelecido

A propaganda ainda é a alma do negócio e, por isso, o arquiteto também precisa investir na prospecção de clientes. Então, registre todos os seus projetos, divulgue os seus trabalhos e esteja pronto para mostrar do que é capaz.

Aliás, é para isso que serve o portfólio — a carta de apresentação do arquiteto, que tem que ser muito bem estruturado. Portanto, documente seus trabalhos e registre tudo em fotografias.

Ao mesmo tempo, divulgue o seu trabalho também no ambiente online e nas redes sociais. Não se esqueça de que a presença online é cada vez mais indispensável.

6. Aposte na boa comunicação com os clientes e parceiros

Como costumam dizer, o combinado não sai caro. Sem dúvidas, comunicar-se de maneira efetiva pode prevenir e até mesmo resolver muitos problemas. Então, mostre-se sempre disponível e interessado em conversar com seus clientes, esclarecer dúvidas e oferecer ajuda.

Tente ser o mais transparente possível nas suas relações, tanto com seus clientes quanto com seus parceiros. Nesse sentido, utilize todas as ferramentas possíveis para trocar informações com eles e mantê-los atualizados sobre o progresso do projeto.

7. Conte com um software para ajudar na otimização de tempo

Felizmente, estamos na era digital. A tecnologia simplificou (e muito) as nossas vidas — e não poderia ser diferente com a otimização de tempo. Hoje, aplicativos e softwares podem ser usados para agilizar o seu dia a dia e melhorar a sua rotina.

Entre as funcionalidades dos softwares de gestão para arquitetos, podemos citar a documentação de projetos, gestão de orçamentos, comunicação e controle financeiro. Existem ótimas opções no mercado, e as possibilidades são inúmeras. De qualquer maneira, os softwares são excelentes ferramentas de produtividade para arquitetos.

8. Reserve um período para cuidar de você

Por último — mas não menos importante — frisamos que é essencial separar um tempo para cuidar de você e da sua vida pessoal. Sabemos que sua rotina é agitada e demanda muito de você, mas tente reservar, pelo menos, algumas horas por semana para suas atividades de lazer.

Tenha um hobby, pratique atividades físicas, faça viagens, aproveite a família e tente se desligar completamente do trabalho por um tempo. Fazer isso é importante para manter a mente saudável e criativa.

Enfim, invista em você e se mantenha atualizado quanto às principais tendências da sua área. Abuse da tecnologia, conte com bons parceiros e encontre maneiras de se motivar e se premiar por um trabalho bem-feito. Dessa maneira, você manterá o foco e verá sua produtividade subir.

Sem dúvida, com um pouco de organização, planejamento e tecnologia, é possível garantir mais produtividade para arquitetos. Pode até demandar um pouco de adaptação e esforço no início, mas, com a prática, a otimização de tempo se tornará rotina para você!

E aí, gostou das nossas dicas de produtividade? Agora, quer dividir as informações com seus colegas e amigos? Então aproveite para compartilhar este post nas suas redes sociais!