É muito comum as pessoas confundirem a arquitetura contemporânea com o estilo moderno. Isso porque esses dois tipos de arquitetura foram criados no século XX, porém em períodos diferentes.

Enquanto a arquitetura moderna surgiu na primeira metade do século XX, o estilo contemporâneo nasceu na segunda metade, mais exatamente no final dos anos 80 e início dos 90.

A arquitetura moderna é caracterizada pelo uso de aço e vidro nas suas construções. Seus traços são bem definidos e as obras trabalhadas com linhas retas e a integração dos ambientes, utilizando colunas ao invés de paredes, permitindo a ampla convivência entre as pessoas.

Ainda que muito presente nas cidades, a arquitetura moderna começou a receber críticas nos anos 70 devido a sua construção monótona e por não deixar claro a diferença entre público e privado, mas isso não impediu que arquitetos criassem projetos arquitetônicos nesse estilo até o fim dos anos 80. 

Com a chegada do estilo contemporâneo já no final dos 80, alguns pontos foram levados em consideração, como a funcionalidade, necessidade de maior dinamismo e da economia sustentável.

Neste artigo você conhece as principais características da arquitetura contemporânea! 

Características da arquitetura contemporânea

Como você já deve saber, a arquitetura leva em consideração tanto a parte interna de uma edificação, quanto a parte externa, desde a fachada até os mínimos detalhes, como é o caso da colocação do extintor de incêndio, por exemplo.

Esteticamente, as obras contemporâneas em geral apresentam um formato irregular, distorcido e fragmentado, todas elas voltadas para o maior conforto ambiental das pessoas. Isso por que, no processo de construção, a arquitetura contemporânea dá prioridade as principais preocupações sociais da atualidade, como é o caso da sustentabilidade e tecnologia.

Em edifícios da arquitetura contemporânea, é notável o uso de janelas de grandes dimensões, valorizando a presença de luz natural e evitando assim o desperdício de energia.

Outra preocupação com o ambiente é a integração das diferentes áreas da residência e o uso de materiais como estruturas metálicas e esquadrias de alumínio.

Como todo o estilo é voltado para a sustentabilidade, o uso de materiais não tóxicos e a utilização de produtos recicláveis é são características marcantes da arquitetura contemporânea. 

E toda essa preocupação sustentável vai do teto até o piso. Diferente da arquitetura moderna que investe em conforto com modelos como o piso antiderrapante, os contemporâneos apostam no cimento queimado, que tem baixo custo de instalação e  é rápido para começar a usar.

Arquitetura contemporânea no Brasil

No Brasil, a arquitetura contemporânea também se destaca, principalmente pelo minimalismo, com grande imersão com o meio ambiente e a funcionalidade sustentável do local.

Assim como em outras partes do mundo, o Brasil também dá um grande destaque a integração dos ambientes e a tecnologia, como por exemplo no uso de softwares para deixar o design mais belo e funcional para o ambiente.

Outra grande característica da arquitetura contemporânea no Brasil é a construção de edifícios com casas verdes e telhas de hortas naturais que ajudam a otimizar o gasto de energia elétrica e deixam as temperaturas amenas.

Adote a arquitetura contemporânea na sua casa

O estilo contemporâneo de arquitetura surgiu nos anos 80 trazendo várias inovações no seu design e na sua preocupação com a sustentabilidade.

Com uso de materiais não tóxicos, recicláveis e da valorização da iluminação natural, a arquitetura contemporânea se destaca pelo formato estético irregular com distorções e fragmentações, focando na funcionalidade da casa ou prédio.

No Brasil, o estilo de arquitetura contemporânea concilia com minimalismo, graças ao uso de softwares para melhorar o design do local, deixando mais belo, funcional e sustentável.

Portanto, quem deseja conciliar sustentabilidade e beleza, o estilo contemporâneo é a melhor alternativa para o seu design.