Planejar os custos de construção é uma das primeiras ações realizadas pelos engenheiros e arquitetos em um projeto. Isso não é surpreendente, uma vez que os recursos disponíveis serão vitais para a conclusão da obra dentro do prazo. O problema é que, quando definimos um projeto, dependemos de pessoas e fatores ambientais para ele ser realizado, o que pode gerar imprevistos na obra.

Em muitos projetos, não há um plano para cobrir imprevisibilidades, e isso pode gerar problemas futuros como atrasos e superfaturamento na construção. Se isso acontecer, o prejuízo pode ser grande para a construtora. Sem contar a imagem negativa que pode gerar diante do cliente.

Para evitar que isso aconteça com você, listamos abaixo os principais imprevistos que podem atrapalhar a conclusão da obra e como resolvê-los.

Acompanhe!

No caso de o cano estourar

Não importa a prevenção tomada: por vezes, explosões de tubos e canos acontecem. A sua atitude depois disso é o que fará a diferença entre um simples inconveniente ou um desastre total.

Abaixo, destacamos as melhores soluções para quando isso acontecer:

  • identifique o local do vazamento: se você suspeitar de algum vazamento, seja rápido na localização dele. O fluxo de água ajudará você a seguir o caminho;
  • desligue o registro: assim que descobrir o local onde o cano estourou, desligue imediatamente o registro para impedir alagamentos e desperdícios de água;
  • não use as fontes de energia próximas: cuidado! Evite usar equipamentos e aparelhos elétricos próximos à água. Também, mantenha-se afastado de interruptores e tomadas caso a água atinja esses pontos de energia. Se isso acontecer, o ideal é que desligue também a força (relógio de energia);
  • seque o local do vazamento: limpe o excesso de água o mais rápido possível. Quanto mais rápida for removida, menos danos podem ser causados e trabalhos gerados;
  • vede o vazamento ou troque o cano: com tudo seco, fica melhor para trabalhar. Agora, é hora de consertar o cano estourado. Em alguns casos, o vazamento não pode ser consertado, e a troca da peça inteira deve ser realizada. No entanto, se for um vazamento simples, existem alternativas de vedação que podem ser adotadas.

Quando os materiais não são entregues no prazo

Além do cano estourado, muitos outros imprevistos podem ser registrados em uma obra em andamento. Um exemplo disso é o atraso na chegada dos materiais encomendados. Para evitar isso, o ideal é que estabeleça um cronograma de encomendas antecipadas, acompanhando sempre o nível de materiais disponível.

Mesmo tendo atitudes preventivas, atrasos na entrega podem acontecer, e a culpa não é sua. Mas dá para resolver. Caso o fornecedor não cumpra com o prazo, existe a possibilidade de você realizar pedidos urgentes no varejo, com quantidades reduzidas, apenas o suficiente para a obra não parar. Siga os passos a seguir:

  • procure uma loja de materiais de construção mais próxima;
  • solicite um orçamento rápido com prazo de entrega e disponibilidades;
  • faça a encomenda.

Quando a obra atrasa

Os imprevistos na obra são comuns e, somados, devem impactar em seu prazo de conclusão. Mesmo com um planejamento muito cuidadoso, entregar obras dentro do prazo não é uma realidade muito comum. Contudo, deve ser evitada a qualquer custo, pois encarece a construção e gera complicações com os clientes.

Ao perceber que a obra vai atrasar, seja proativo e realize as seguintes ações:

  • descubra o que está atrasando a obra;
  • planeje uma solução para resolver o problema e agregar fluidez ao processo;
  • determine um novo prazo por segurança e comunique aos clientes;
  • caso tenha orçamento disponível, pague horas extras aos operários para acelerar a obra;
  • em último caso, contrate uma equipe de reforço emergencial para concluir a obra dentro do novo prazo.

Infelizmente, são ações que devem encarecer a obra e reduzir a margem de lucratividade da empresa, mas, para não haver complicações maiores, são necessárias.

Quando chove inesperadamente

Mesmo realizando um estudo pluviométrico para determinar os períodos de maiores incidências de chuva na região, alguns imprevistos podem ocorrer. Afinal, estamos lidando com a natureza. De repente, o tempo pode fechar e cair um temporal sem ser previsto.

Isso pode forçar você a paralisar a obra. Sem contar a perda de materiais que não podiam molhar e o escoamento de uma parte dele pela chuva. Para evitar isso, siga os passos abaixo:

  • fique atento a mudanças climáticas repentinas;
  • caso o tempo comece a fechar, adiante algumas atividades e adie outras;
  • transfira as misturas de argamassa para locais cobertos e sem escoamento de águas da chuva;
  • caso não tenha um local coberto, providencie lonas ou tendas;
  • cubra paredes recém-levantadas com lonas.

Banner_diario

Quando o orçamento estoura

Outro fator que pode impactar no cronograma da obra é a falta de dinheiro para continuá-la. Muitas vezes, o planejamento é feito com base nos preços da época, sendo ignoradas as oscilações do mercado e a inflação. Além de impactar no preço final da construção, pode faltar recursos no caminho, obrigando você a paralisar a obra.

Para evitar que isso aconteça, siga os passos a seguir:

  • considere no planejamento o desequilíbrio do mercado, como a alta dos preços no futuro, por exemplo. Para isso, analise o histórico de inflação registrado e faça uma projeção da taxa para o período que engloba o cronograma da obra;
  • analise o custo de mão de obra da região. Caso haja atrasos na obra, o que é comum, precisará pagar salários e horas extras por mais tempo;
  • lance um acréscimo de no mínimo 15% a mais no orçamento geral para informar preços mais próximos da realidade;
  • faça uma reserva de caixa para cobrir esses eventos em cada etapa da obra.

Planejamento é tudo. Até mesmo os imprevistos na obra podem ser bem resolvidos se forem considerados nele. Mas há outra questão que você deve saber. Já ouviu falar em software específico para a gestão de obras? Ele oferece algumas ferramentas indispensáveis para ajudar você desde o planejamento até a conclusão da obra. Fique ligado nessa tendência e torne o seu trabalho mais profissional e lucrativo.

E você, como lida com os imprevistos na obra? Conte pra gente nos comentários!