Não é segredo para ninguém que executar um projeto de arquitetura ou design de interiores não é barato. Mesmo quando a ideia é decorar ou redecorar apenas um ambiente, se não houver planejamento e controle de obra, o valor da execução pode chegar às alturas.

No entanto, muitos acreditam que, para obter um resultado satisfatório ao final da execução do projeto, é necessário utilizar-se de móveis sob medida. Mas isso não é verdade! Confira no nosso post de hoje dicas de como decorar a sua casa com móveis prontos sem perder o estilo!

Por que os móveis prontos são uma opção mais barata?

É fato conhecido que os móveis prontos são mais baratos do que os móveis sob medida, e isso deve-se ao processo de fabricação em massa dos móveis que, por serem iguais, tornam o custo de produção muito menor. Mas ao contrário do que muitos acreditam, isso não quer dizer que os móveis prontos sejam de menor qualidade do que aqueles feitos sob medida.

Apesar de serem uma ótima solução para aqueles que querem reformar sem gastar muito, é preciso ter cuidado na hora de utilizá-los na decoração: o maior perigo de todos é ter um resultado final no qual os elementos pareçam soltos e sem sentido. Isso pode deixar a decoração bagunçada e com aspecto de pouco valor.

A seguir, te damos algumas dicas de como utilizar os móveis prontos para compor um ambiente organizado e valorizado

1. Planejamento em primeiro lugar 

Se muitas vezes seguindo um planejamento ou projeto já é fácil se perder, imagine executar uma obra sem planejamento algum? Essa premissa é especialmente verdadeira para aqueles que estão executando um projeto dentro de um orçamento bem limitado.

Não tem segredo! Para garantir que tudo sairá conforme os limites estipulados, certifique-se de levar em conta todos os custos associados a um determinado móvel, e compare as diferentes opções disponíveis. É comum que nessa classificação de móveis os preços para montagem e envio sejam cobrados separadamente, o que pode acabar elevando o custo total do móvel a outros patamares.

2. Use móveis do tamanho certo

Essa deve ser uma das maiores preocupações na hora de usar móveis prontos! Evite usar peças que “quase cabem”, mas que ficam com uma pequena sobra. É exatamente essa pequena sobra que dá a impressão de que aquilo não foi planejado. Busque por peças que se encaixem nos espaços disponíveis, assim você garante a composição e resultado visual esperados.

3. Use móveis da mesma cor

Outra dica importante é usar cores iguais em mais de uma peça no ambiente, dando a sensação de harmonia. Esse truque mostra que aquele móvel tem sentido naquele ambiente! É claro que podem existir móveis de mais de uma cor, mas o importante é que cada uma dessas cores se repita em algum lugar da decoração.

4. Crie uma setorização

A organização do ambiente é fator essencial para garantir que os móveis não fiquem perdidos na decoração, e para garantir a sensação de unidade do ambiente. Por isso, a dica aqui é criar algum tipo de setorização, que pode ser feita com os próprios móveis ou até mesmo com o uso de tapetes, por exemplo.

5. Não aproxime peças que não se encaixam

Assim como aquelas pequenas sobras prejudicam o resultado final do projeto, aqueles móveis que quase se encaixam também são uma armadilha. Como assim?

A gente explica! Se você dispõe de duas peças que não tem a mesma profundidade, não é uma boa ideia colocá-las lado a lado. A diferença entre os móveis evidencia o fato de que eles não foram feitos um para o outro.

É claro que isso não quer dizer que você não deve usar várias peças em conjunto, muito pelo contrário! A composição de móveis ajuda a criar a sensação de integração no ambiente, mas para isso é necessário haver harmonia entre as peças, cores e forma.