Na hora de planejar um espaço, é preciso levar em consideração não só os gostos do cliente, mas também a finalidade e usabilidade daquele ambiente em questão, mas isso você já sabe. No entanto, em alguns casos é necessário avaliar também a mobilidade e segurança do espaço, como é o caso de projetos feitos para a terceira idade.

Hoje em dia existem estudos específicos nessa área, que exploram os fenômenos relacionados ao envelhecimento humano, e é por meio deles que são desenvolvidas novas soluções de equipamentos, móveis, tecnologias e materiais específicos para facilitar a vida dessas pessoas.

Note que, nesse artigo, não falaremos de recursos voltados para necessidades especiais, acessibilidade e locomoção. E sim de formas de melhorar a rotina de quem chega à essa idade, e pretende se preparar para os anos futuros.

A seguir você confere as nossas dicas para um ambiente com mais praticidade e pouca manutenção!

Evite o sobe e desce!

Esse é o inimigo número um da segurança! É comum vermos pessoas utilizarem banquinhos para conseguir alcançar algo que se encontra em um armário ou prateleira mais altos, e quando tratamos de pessoas de mais idade, isso pode se tornar um perigo real, especialmente na cozinha.

A dica aqui é deixar as louças e utensílios do dia a dia expostos em prateleiras em cima da pia, e de preferência em expositores livres de portas. Além de trazer um clima moderno ao ambiente, essas medidas simplificam o acesso e o manuseio dos utensílios

Escolhendo móveis e equipamentos adequados

Ainda pensando em facilitar a rotina na cozinha, uma boa ideia é utilizar um cooktop de indução no lugar do fogão. A tecnologia desse utensílio doméstico gera calor apenas nos trechos em contato com as panelas, além de possuírem a funcionalidade de desligamento automático, tornando o uso desse equipamento mais seguro.

Ainda pensando no conforto de quem irá utilizar o apartamento, uma dica é optar por bancadas baixas e sem armários embaixo, nas quais o tampo fica a 85 cm de altura (seguindo aquilo que é especificado na norma NBR 9050). Isso permite que seja colocado uma banqueta na hora de lavar louça ou até mesmo cozinhar, caso seja necessário.

Além disso, pense sempre em como é possível facilitar as atividades do dia-a-dia e também em formas simples de evitar acidentes. Utilize móveis de cantos arredondados, e estofamento extra-firme nos assentos para facilitar na hora de levantar e sentar. É recomendado o uso de cadeiras com braço pela mesma razão.

Nos armários e gavetas localizados nos quartos, banheiros e salas, uma dica é utilizar-se de alças e não puxadores para facilitar o acesso, principalmente caso o cliente sofra de artrite ou artrose.

Mobilidade e Segurança

É importante pensar também na locomoção do indivíduo dentro do imóvel, e em maneiras de tornar essa atividade do dia-a-dia o mais segura possível. Uma dica aqui é utilizar trilhos de luz para fazer a iluminação dos ambientes, podendo até conter sensores de movimento. Caso não seja possível automatizar essa função, lembre-se de colocar interruptores em locais estratégicos para evitar acidentes no escuro, como ao lado da cama, e ao lado das portas.

Evite também desníveis no apartamento, especialmente em áreas de piso liso como banheiro e cozinha. Assim você evita o risco de tombos e escorregões.

Agora que você já viu as nossas dicas de como planejar um apartamento para a terceira idade, que tal entender como é possível reformar sem gastar muito!