O objetivo de todo gestor é executar uma obra com qualidade, atingindo os objetivos propostos pelo cliente da melhor maneira possível, e dentro dos limites de orçamento e prazo estipulados. Para tanto, é necessário que a equipe responsável pela obra tenha consciência sobre os diferentes fatores que um projeto envolve, desde o planejamento até a entrega do mesmo.  

Entender a importância de possuir um orçamento bem elaborado, um cronograma realista de obra e parceiros confiáveis são os primeiros passos em direção a um projeto entregue com qualidade. 

Confira a seguir 5 passos importantes para garantir a qualidade das suas obras futuras! 

1. Planejamento

Esse deve ser o primeiro passo para uma obra bem-sucedida. Pesquisar fornecedores, escolher o material que será utilizado, selecionar os profissionais que farão parte da equipe de obra, elaborar um orçamento preliminar, definir o cronograma de trabalho, estabelecer prazos de entrega dos materiais, são todos fatores que exigem tanta dedicação do gestor da obra quanto o próprio período de construção.

Um bom planejamento significa consciência sobre todos os aspectos que o projeto demanda e maior praticidade ao lidar com possíveis mudanças que ele venha a sofrer. Por isso, realizar uma previsão dos custos de mão-de-obra e materiais e definir prazos realistas para a conclusão de cada etapa faz toda a diferença na hora de garantir a qualidade da obra! 

2. Logística

Só será possível obter os resultados esperados na conclusão de um projeto se a logística no canteiro de obras for bem definida. Compra de material, horários de trabalho e prazos de entrega são todas variáveis que devem ser estabelecidas no planejamento, e claro, cumpridas com determinação por todos os profissionais envolvidos no projeto. 

Além disso, a compreensão global do projeto e de todas as sua etapas é competência fundamental para o gestor de obra, pois em caso de possíveis intercorrências, decisões podem ser tomadas com o menor impacto possível na logística e qualidade da obra. 

O uso de tecnologias no canteiro de obras, como softwares de gestão, permite a atualização das informações da obra em tempo real, o que facilita o acompanhamento das atividades que estão sendo executadas, além de facilitar o controle financeiro da obra. 

3. Materia-prima

Escolher os materiais que vão ser usados na obra é uma das principais decisões de todo o processo. Em muitos casos, pagar um preço mais alto por um material de boa qualidade pode significar maior agilidade no trabalho dos profissionais envolvidos, enquanto o uso de materiais de qualidade inferior e valor mais baixo pode significar custos extras com manutenções não previstas. 

O uso de bons materiais durante o período de construção ainda garante um menor desgaste à longo prazo e, consequentemente, menos imprevistos futuros para o projeto. Menos imprevistos significam menos gastos, mais satisfação para o cliente e a qualidade da obra mantida.

4. Equipe

Os profissionais contratados para a obra ditam grande parte do projeto: seu conhecimento sobre a função assumida e experiência fazem toda a diferença no cumprimento do planejamento e manutenção da qualidade da obra, além de facilitar a solução de possíveis intercorrências. 

E tão importante quanto uma equipe de mão de obra especializada é uma equipe que trabalha bem em conjunto. A sintonia dos profissionais que trabalham na mesma obra é fundamental para que o projeto seja executado conforme o seu planejamento, por isso é sempre importante estimular a comunicação e troca de informações entre todos os envolvidos.

5. Análise de resultados

Se a pressa é inimiga da perfeição, a experiência é sua melhor amiga. Saber analisar os resultados de uma obra, ponderando os pontos negativos e positivos de todo o processo é essencial para manter uma alta qualidade de trabalho. 

À partir da análise de um projeto finalizado, é possível avaliar o processo de obra como um todo, e identificar pontos positivos e pontos que precisam ser revistos para as próximas execuções, desde membros da equipe e fornecedores, até os materiais utilizados, os prazos estabelecidos e discrepâncias no orçamento. E é aqui também que a tecnologia entra como forte aliada: a partir do registro das atividades de obra em um software de gestão, é possível ter acesso ao histórico de cada uma das obras e garantir que a qualidade da sua execução esteja sempre progredindo. 

Um projeto com planejamento claro e definido, acompanhado de uma logística eficiente, equipe comprometida, materiais de boa qualidade e um gestor com visão analítica, é um projeto feito com qualidade. Com o apoio da tecnologia e foco nos pilares fundamentais de uma obra, os resultados positivos vêm naturalmente.

Quer saber mais sobre como a tecnologia pode colaborar com a qualidade de uma obra? Assine a newsletter do Veja Obra e receba semanalmente os nossos conteúdos sobre tudo que há de novo no universo da construção civil.