Você já deve ter percebido que, embora algumas ferramentas tradicionais de gestão, como planilhas de Excel, sejam funcionais e poderosas, elas não foram desenvolvidas pensando no dia-a-dia de uma obra. 

Para que seja possível enfrentar os desafios recorrentes do canteiro de obras, e para manter a sua equipe sempre alinhada, garantir uma execução sustentável do projeto, e ao mesmo tempo estreitar o seu relacionamento com os colaboradores de obra e o cliente final, é necessário o uso de ferramentas desenvolvidas especificamente para suprir as demandas de profissionais da arquitetura. 

A busca por um software para te ajudar na gestão do planejamento e execução de seus projetos é o primeiro passo em direção a processos de gestão de obras mais eficientes e melhores resultados para a sua empresa. Sabemos que hoje existem algumas opções no mercado, e o Veja Obra é uma delas! O nosso software de gestão  permite que você atualize as informações da obra direto do canteiro, ao mesmo tempo em que compartilha informações relevantes com todos os seus colaboradores, em tempo real. Tudo isso, é claro, por meio de um design intuitivo e agradável de ser manuseado.

Independente da sua primeira impressão em relação a gráficos, usabilidade e experiência (por mais importante que ela seja para nós!), sabemos que você é um gestor, e portanto, faz análises com foco nos resultados. Mas para que seja possível visualizar e analisar os benefícios que o Veja Obra pode trazer para os seus resultados, é preciso mais do que apenas conhecer nossos gráficos e ferramentas. Você precisa testá-los na prática! Exatamente por isso, oferecemos 30 dias de uso ilimitado e gratuitos da plataforma!

Nós gostamos de fazer o seguinte comparativo:

“Um aplicativo de gestão de projetos como o VEJA OBRA sem nenhum dado real de obra, é como um carro novo sem gasolina. Você pode sentar nele, ver o seu interior, imaginar como seria dirigi-lo. Mas você só terá certeza se ele é um carro gostoso de dirigir, se você realmente DIRIGI-LO. E para isso, você precisa de gasolina!”

Hoje eu vou te mostrar uma forma rápida de cadastrar sua primeira obra no Veja Obra, para que você possa fazer tudo em alguns minutos, independente do estágio ou do nível de complexidade do seu projeto. Somente assim você será capaz de sentir os impactos que a nossa ferramenta pode trazer para os seus resultados, e avaliar se o Veja Obra tem efeito na sua rotina de obra (SPOILER: Tenho certeza que sim!).

Continue lendo para saber mais!

Cronograma:

Quantas etapas/fases tem a obra que você deseja cadastrar no VEJA OBRA?

Caso a sua obra seja muito complexa, a nossa #dicavejaobra para facilitar os primeiros passos na ferramenta, é o agrupamento das atividades por cômodos/andares da casa, por exemplo e fazer uma estimativa a respeito do percentual de conclusão da obra em cada um deles. Assim fica mais fácil visualizar o andamento do projeto.

Sua obra já está muito adiantada? Não precisamos cadastrar as atividades que já foram concluídas, vamos pensar no futuro! Aproveite esse momento para re-estimar as datas de inicio e conclusão, analisar se a execução está seguindo o planejamento inicial e fazer os ajustes necessários.

Tarefas:

Como um bom gestor de obras, você já sabe que toda a atividade do seu cronograma requer uma lista de tarefas que devem ser concluídas para que seja possível garantir a execução saudável do projeto.

Reservamos essa área para que você registre tarefas que ajudam a evitar eventuais gargalos e atrasos na hora, como por exemplo garantir um tempo mínimo entre a compra de um material e a sua entrega no canteiro de obras.

A #dicavejaobra aqui é começar  pelas tarefas que podem impactar as atividades que estão sendo executadas nesse momento no canteiro de obras ou nas próximas semanas.

Financeiro:

Sem sombra de dúvidas uma das nossas ferramentas mais complexas, e por consequência, que exige maior tempo de set-up. Mas seguindo algumas práticas , também é possível ganhar tempo!

Orçamento:

Se sua obra já está sendo executada, certamente você já passou da fase de orçamentos. Mas temos uma saída rápida para essa situação:

Crie um “Grupo de Despesas” chamado Provisões e cadastre o montante total que o cliente tem a disposição para executar o projeto, selecionando na “data limite de aprovação” o dia em que a obra se iniciou, e indicando no número de parcelas, o número de meses estimado para a execução da obra.

Essa prática permite não só que o sistema salve o montante disponível para o projeto, mas também que seja feita uma estimativa do valor que deve ser gasto mês a mês com o projeto.

A mesma solução também pode ser adotada caso a sua obra ainda esteja na fase de planejamento, apenas para que você se familiarize com o Veja Obra.

Lançamento:

Caso a sua obra já esteja em andamento, você provavelmente já teve alguns custos de obra. O objetivo dessa ferramenta é garantir que o custo efetivo da obra não está sendo maior do que aquilo que foi planejado e para que seja possível fazer essa análise, vamos somar todos os custos já existentes para que seja possível identificar o custo total da obra até aqui.

Para agilizar, cadastre esse custo parcial como um único lançamento! A nossa sugestão é que você crie um novo “grupo de despesa” que se chame “CUSTOS RETROATIVOS”, repetindo a mesma nomenclatura no descritivo do mesmo. Na data do primeiro pagamento, coloque a data de hoje e selecione apenas uma parcela, mesmo que os custos tenham sido parcelados em mais vezes.

A partir daqui, cadastre cada nova compra no VEJA OBRA para ter o controle detalhado dos custos da obra e fazer a gestão dos pagamentos.

Ainda que o orçamento e o lançamento não reflitam com 100% de fidelidade o fluxo de caixa da obra, já é possível obter uma ideia se os custos estão dentro do previsto com base no estágio de conclusão da obra.

Diário de obras

Vamos considerar seu primeiro acesso no VEJA OBRA como o “marco zero” da obra.

Para garantir que não tenham informações erradas ou incompletas no seu diário de obras, comece a utiliza-lo a partir de agora!

Faça o registro das atividades previstas para o dia de hoje na obra, e registre também as ocorrências durante sua execução, detalhando os profissionais que estiveram presentes, os materiais utilizados e qualquer outra informação que julgar relevante.

Não se esqueça de marcar a data como um dia “praticável” ou “impraticável” com base naquilo que foi previsto no Cronograma de obras.

Convidando usuários

Uma gestão de obras bem feita depende do trabalho colaborativo! Por isso, convide pelo menos um usuário para fazer ter acesso ao Veja Obra e te ajudar a fazer o acompanhamento da execução da obra e organizar as informações do projeto.

O ideal é que seja uma pessoa da sua equipe, com conhecimento sobre os processos de obra, e que esteja envolvido com o dia-a-dia do projeto que está sendo acompanhado.

Conforme você e sua equipe ganham confiança e se sentem seguros ao utilizar o VEJA OBRA, comece a convidar seus clientes para que seja possível compartilhar as informações da obra com eles, estreitando seu relacionamento!

Acompanhe tudo de perto!

Sua conta está pronta para ser utilizada! “Abastecemos seu carro” e agora estamos prontos para pegar a estrada. Aproveite os 30 dias que recebeu para testar a ferramenta e acompanhar de perto se a execução da obra está seguindo o planejamento inicial. Atualize os dados no VEJA OBRA, e tenha sempre tudo na mão para tomar a melhor decisão possível.