curva-abc curva-abc

Como a Curva ABC Pode Ajudar a Criar Orçamentos Mais Precisos

5 minutos para ler

A curva ABC é uma ferramenta poderosa de gerenciamento, e pode ser uma ótima aliada na hora de planejar e orçar uma obra. A sua principal finalidade é classificar todos os itens que compõe o orçamento de uma obra de acordo com o seu grau de importância e valor. 

Nesse sentido, entender a Curva ABC é fundamental para que você possa confeccionar orçamentos de obra cada vez mais precisos, e claro, diminuir os custos de execução dos seus projetos. 

A seguir você confere tudo o que você precisa saber sobre essa ferramenta de gestão, incluindo o passo a passo de como calcular a sua Curva ABC. Boa leitura! 

Curva ABC: O Que É?

A curva ABC, comumente conhecida como 80-20, é baseada em um princípio econômico chamado Princípio de Pareto, que afirma que para grande maioria dos eventos, 80% dos efeitos são resultado de 20% das causas. 

Isso quer dizer que 20% dos itens que compõem o seu orçamento de obra correspondem a 80% do valor do total do mesmo. Esses são os itens CLASSE A, que possuem um valor de demanda ou consumo alto, e que precisam de cuidado e apuração maior. Ou seja, é preciso muita atenção para não errar ou esquecer nenhum desses itens, pois possuem um alto impacto sobre os custos do projeto. 

Já os itens CLASSE B são aqueles que possuem um valor de demanda ou consumo intermediário, representando 30% dos itens totais, o que corresponde a 15% do valor total do seu orçamento.

Por fim, os 50% dos itens restantes são de CLASSE C, e possuem um valor de demanda ou consumo baixo. Nesse sentido, os itens aqui classificados correspondem a 5% do valor total do orçamento.

Lembre-se: Essa análise deve refletir a dificuldade de controle de um item ou o seu impacto sobre os custos e rentabilidade da empresa. Justamente por isso, quando aplicamos a Curva ABC na gestão de uma empresa, fica mais fácil entender quais atividades merecem maior atenção e cuidado. 

Benefícios da Curva ABC

É muito comum entre as empresas da construção civil encontrar dificuldades com o controle de gastos, rendimentos e gestão de custos. Por isso, contar com a Curva ABC pode trazer grandes benefícios para o seu negócio, como: 

  • Identificação dos insumos mais utilizados: a Curva ABC permite ordenar os materiais de acordo com a sua importância dentro do orçamento do projeto. Ou seja, dos itens que possuem maior custo para os itens com menor custo. Sendo assim, é possível identificar quais itens ocupam mais espaço no orçamento.
  • Redução de custos de maneira eficiente: Ao identificar quais os produtos e serviços que possuem maior peso no seu orçamento é possível priorizar quais deles merecem maior esforço na negociação de preços.
  • Avaliação de impactos: Por meio da Curva ABC é possível identificar os impactos que uma possível variação de preço terá no seu orçamento. Lembre-se de mensurar essas variações, e o impacto que elas terão no seu orçamento. Essa informação pode ser útil tanto numa negociação quanto na tomada de decisão. 

Passo a Passo Para Fazer o Cálculo

Agora que você já entendeu para que serve a Curva ABC e quais os benefícios que ela pode trazer para a sua gestão de obras, é hora de aprender como fazer o cálculo necessário para classificar cada um dos itens do seu orçamento. 

Nessa etapa do processo, você já deve ter a sua lista de materiais e insumos completa, e em ordem decrescente (ou seja, do item de maior valor para o item de menor valor). 

O próximo passo é somar as primeiras linhas da tabela até que, juntas, elas alcancem o valor de 80% dos custos totais. Seguindo a regra 80-20, é esperado que esse montante represente cerca de 20% do total dos insumos e materiais que compõem o seu orçamento. Esses são os itens de CLASSE A.  

Seguindo a mesma lógica, você deve somar as próximas linhas até obter 15% dos custos totais. São esses os itens de CLASSE B, e devem representar aproximadamente 30% dos materiais e insumos. 

Por fim, para que seja possível determinar os itens de CLASSE C, você deve somar as últimas linhas da sua lista. Se tudo der certo, essas linhas corresponderão aos 5% dos custos restantes, e a 50% dos materiais ou insumos listados. 

Monte Sua Planilha

Agora que você já aprendeu como fazer o cálculo da sua Curva ABC, é importante saber organizar essas informações para tê-las sempre em mãos. Para tanto, você pode contar com algumas ferramentas, como o uso de uma planilha de excel simplificada para controle dos custos. 

Outra opção é investir em um software de gestão de obras, assim você pode contar com mecanismos mais sofisticados para realizar o controle dos custos da sua obra e também a sua Curva ABC de forma mais eficiente. 

Com o VEJA OBRA você tem a possibilidade de criar orçamentos detalhados, bem como realizar a Curva ABC do seu projeto. Assim você garante um controle assertivo sobre os custos do projeto! 

Ainda não faz uso de uma solução tecnológica para te auxiliar na gestão de obras? Acesse agora o www.vejaobra.com.br e teste grátis por 30 dias! 

Posts relacionados

Deixe um comentário