Você sabe por que a maioria dos seus clientes realiza um projeto com você e nunca mais entra em contato? De acordo com uma pesquisa realizada pelo Research Institute of America, a maioria dos negócios não tem retorno de 96% dos seus clientes insatisfeitos. Isso significa que você provavelmente não faz ideia em que parte do serviço você errou, e muito menos como concertar isso.

E não para por aí: segundo dados dessa pesquisa, clientes insatisfeitos reportam a experiência que tiveram para pelo menos 9 pessoas. Esses números assustam, ainda mais em um setor onde o boca-a-boca ainda é a maior forma de propaganda.

Como muitos profissionais da arquitetura sabem, é preciso muito mais do que talento e bom gosto para construir uma clientela, especialmente quando se trabalha em uma empresa menor ou como profissional autônomo.

No artigo de hoje você confere 5 dicas para construir uma clientela! 

POR QUE É MELHOR SABER QUE EXISTE O PROBLEMA?

O primeiro passo para construir uma clientela é entender quais são os pontos que podem melhorar no seu serviço. E para isso não tem segredo: pegue o telefone e entre em contato com os seus clientes antigos, ou envie um formulário de avaliação sobre o atendimento.

Essa dica é valiosa porque, segundo dados da White House Office of Consumer Affairs, 70% dos clientes que reclamam do seu serviço ficam mais propensos a trabalhar com você novamente se você abordar o assunto e se mostrar proativo em melhorar a experiência do cliente.

1. ESCUTE

Uma comunicação clara com o cliente é fundamental para que seja estabelecida uma relação duradoura entre as partes. Você se torna relevante para o seu cliente quando você consegue ajudá-lo de alguma forma!

Essa ajuda pode vir na forma de uma sugestão inovadora para o projeto ou até mesmo por meio do controle de desperdício dos recursos. Por isso, preste bastante atenção no momento de realizar o briefing do projeto, assim você entende todas as necessidades do cliente para aquele ambiente.

2. ACOMPANHE TUDO DE PERTO

Uma grande parte do sucesso é garantir que o cliente esteja satisfeito não só com o resultado final, mas também durante todo o processo de obra – desde o planejamento até a entrega do produto final. Para tanto, certifique-se de que o cliente tem abertura o suficiente para dar inputs sobre o processo durante o tempo que estão trabalhando juntos. Afinal, é impossível solucionar um problema do qual nem sabemos a existência.

Outra dica importante é manter o cliente sempre atualizado acerca da evolução do projeto. Para isso você pode contar com a ajuda de softwares de gestão como o VEJA OBRA. A ferramenta de relatórios permite que você envie relatórios completos para o seu cliente e colaboradores de obra, assim todos ficam por dentro de todos os detalhes do projeto. 

3. CONTROLE DAS EXPECTATIVAS

Trabalhar com o cliente na execução de uma obra pode resultar no projeto dos sonhos ou no pior dos pesadelos para ambas as partes. Por isso, fazer a gestão das expectativas do projeto é uma das maiores responsabilidades do arquiteto.

Lembre-se: é papel do profissional oferecer a melhor solução para o problema dentro dos limites de custo e prazo estabelecidos pelo cliente. 

4. SAIBA EXIBIR O SEU PROJETO

Já falamos aqui que o marketing boca a boca ainda é a melhor forma de propaganda, mas isso não quer dizer que você não deva se promover nas redes sociais!

Uma boa dica é fazer fotos comparativas sobre o antes e depois da execução, postar fotos de renders 3D para evidenciar a qualidade da execução, e também fotografar os detalhes que fizeram a diferença no projeto. Tudo isso traz maior visibilidade ao projeto, além de estreitar o seu laço com o cliente.

Além disso, quando o seu cliente ver o projeto dele publicado na internet ou em alguma revista, muito provavelmente ele também irá divulgar o seu trabalho!

5. MANTENHA CONTATO

Após a entrega do projeto, não deixe esse cliente esquecido! Agende uma visita ao projeto já pronto, e pergunte quais os pontos que causaram mais satisfação, e também o que deixou a desejar.

Esse trabalho deixa bem claro para o cliente que você realmente se importa! Se quiser, pode levar uma lembrança como forma de agradecimento pela parceria, como por exemplo um vaso de suculentas ou até mesmo um livro sobre decoração.

Mesmo com a chegada do fim da parceria, mantenha contato com esse cliente. Você pode fazer isso enviando conteúdos pelos quais ele se interessa e enxerga valor.