Só quem trabalha com marcenaria, carpintaria ou artesanato, sabe o quanto é importante investir em ferramentas de corte profissional. Elas são as únicas capazes de garantir acabamentos perfeitos para peças de diversos materiais, mas para isso, é necessário observar atentamente as características das lâminas também, pois cada uma é fabricada para uma finalidade. 

No artigo de hoje você confere as melhores dicas para escolher a ferramenta ideal na hora de executar um serviço! 

É importante salientar que qualquer ferramenta de corte profissional deve ser manuseada apenas por profissionais devidamente instruídos. Procedimentos que não sigam rigorosamente os padrões impostos por lei, apresentam grandes riscos de segurança. 

ESTILETES

O estilete por exemplo é uma das ferramentas de corte profissional mais comuns. Essa ferramenta é muito usada por profissionais que trabalham com construções e reformas, e buscam capricho no acabamento. Como possui diferentes tipos de lâminas, pode ser utilizado para diferentes finalidades, tornando-o uma ferramenta bem versátil. A lâmina mais comum utilizada é a lâmina longa, que é dividida em seções que podem ser quebradas conforme são gastas. 

BISTURI

Já para aqueles profissionais que precisam fazer cortes decorativos ou com uma quantidade maior de detalhes, uma boa ideia é contar com a lâmina conhecida como o bisturi – ela é pontiaguda, e por isso ajuda com uma precisão maior durante o corte. 

LÂMINAS DE CORTE E VINCO

Nos casos onde utilizam-se materiais que precisam de uma marcação ou dobra, as lâminas de corte e vinco são as mais recomendadas. Elas servem tanto para cortar o material, quanto para fazer vinco, dobras ou destaques. 

SERRAS

Quando o assunto é madeira ou outros materiais mais rígidos, as serras são uma ótima opção. Muito versáteis, às serras possuem uma série de características específicas que as diferem umas das outras, desempenhando melhores cortes de acordo com o seu objetivo. 

São muitos os fatores que devem ser considerados na hora de escolher a serra ideal para a execução de um serviço, sendo eles: 

  • Potência

A potência de uma serra elétrica se refere à velocidade do motor. Isso influencia diretamente no corte de materiais mais duros, pois, quanto mais rápido o motor, menores são as chances da lâmina travar no material. 

  • Velocidade

Depois da velocidade do motor, vem a velocidade da lâmina. Muitas serras apresentam mais de uma velocidade para a lâmina, ajudando a adotar a melhor performance para o modelo de corte que é desejado. Quanto mais espesso o material, maior deve ser a velocidade. 

Vale lembrar que a quantidade de velocidades ofertadas pela serra é um dos fatores levados em consideração na hora de adquirir a ferramenta. 

  • Iluminação LED 

Nem todas as serras são acompanhadas por lâmpadas LED, no entanto, essa é uma característica muito importante para obter alto desempenho de corte, facilitando a visualização em ambientes mais escuros e contribuindo com a vida útil da bateria. 

  • Tipo de Lâminas

Lâminas são itens imprescindíveis para a serra elétrica. Elas são produzidas levando em consideração a dureza, para que sejam compatíveis e resistentes de acordo com o material que serão destinadas. Na natureza, a matéria-prima de maior dureza é o diamante, por isso, ele é muito utilizado em diversas ferramentas de corte, inclusive em lâminas para serras, que serão utilizadas para cortes de alta precisão.

Na hora de escolher a lâmina, fique atendo às determinadas características: 

  • Tamanho da lâmina 

Lâminas grandes devem conduzidas em matérias de grande espessura e em cortes retos. As lâminas pequenas e finas devem ser utilizadas em cortes curvos, garantindo excelente acabamento, agilidade e segurança. 

  • Quantidade de dentes

A quantidade de dentes é fundamental para materiais duros como os metais. Apesar de apresentaram dentes menores, a ação em quantidade é que garante funcionalidade e acabamento melhor para o material. 

  • Sentido dos dentes

A maioria das lâminas cortam no sentido de baixo para cima. Mas, algumas peças precisam ser cortadas no sentido contrário para dar o acabamento ideal. Neste caso, deve-se procurar por lâminas que tenham os dentes no sentido de cima para baixo. 

  • Dual cut

Para peças laminadas ou já laqueadas, é necessário contar com a ajuda de uma lâmina dual cut, isto é, lâminas que cortam tanto no sentido de baixo para cima, quanto de cima para baixo, simultaneamente. Este modelo, tem os dentes voltados para o centro da lâmina. 

CONHEÇA A SERRA TICO-TICO 

Dentre as inúmeras opções de ferramentas de corte profissional disponíveis no mercado, uma das mais utilizadas é a serra tico-tico. Isso deve-se ao fato de que existem 5 grandes grupos de lâminas especiais para serra tico-tico. São eles: lâmina para madeira, lâmina para metal, lâmina para materiais abrasivos, lâmina para aço inox, e lâmina para múltiplos materiais. Ainda que seja uma ferramenta muito versátil, a serra tico-tico é especialmente utilizada em oficinas de marcenaria, carpintaria e artesanato.

Seu principal diferencial é que essa ferramenta pode fazer cortes precisos em até 45 ºC, cortes curvos e até cortes com movimentos detalhados. 

Conhecer sobre a função das ferramentas para a construção civil antes da compra ou aluguel do material é fundamental para listar exatamente quais as ferramentas necessárias para a execução de um projeto. Precisando de uma serra tico tico?

A Geralfix é uma loja completa de ferramentas! Você pode adquirir sua serra tico tico e lâminas para todos os tipos de materiais em qualquer uma das nossas lojas físicas ou online, basta acessar o site.