marketing-de-conteúdo-para-arquitetos marketing-de-conteúdo-para-arquitetos

Marketing De Conteúdo Para Arquitetos: Um Guia Para Iniciantes

7 minutos para ler

Você já ouviu falar no marketing de conteúdo para arquitetos?

Essa estratégia tem sido amplamente adotada por empresas de diversos segmentos no mercado, e os resultados são incontestáveis.

A ideia do marketing de conteúdo é criar relacionamentos duradouros com o seu cliente em potencial, aproximando a marca do consumidor por meio de uma relação de confiança – tudo isso através de conteúdo de valor. 

No artigo de hoje você confere o nosso guia para criar uma estratégia de marketing de conteúdo efetiva. 

Por que você precisa de uma estratégia de marketing de conteúdo 

Quando você pensa em um perfil de arquitetura nas redes sociais, qual a primeira coisa que vem à mente? Com certeza imagens de projetos bonitos e bem executados, que podem ser de produção autoral ou até inspiração. 

Essa é a realidade da grande maioria dos perfis profissionais que encontramos no Instagram ou no Pinterest – o que é uma pena, pois significa que muito material potencialmente valioso do ponto de vista do marketing, simplesmente não é usado. 

Para se destacar no mercado, você precisa criar conteúdos relevantes para a sua audiência! O conteúdo de alta qualidade fornece informações valiosas sobre como você pode melhorar a vida do seu cliente em potencial por meio do seu serviço.  

Empresas que apostam no marketing de conteúdo constroem relacionamentos mais transparentes com os seus clientes, e como consequência desse trabalho ganham prioridade na hora da compra. 

#1 Identificando o Seu Cliente Ideal

O primeiro passo para o sucesso da estratégia de marketing de conteúdo para arquitetos é conhecer o seu cliente ideal. Para isso, é necessário avaliar todos os projetos que você já realizou, identificando quais as características do seus clientes. 

A ideia aqui é que, com essas informações em mãos, você consiga fazer um compilado de todas as características do seu cliente ideal, focando não só em informações demográficas mas pensando em atitudes e comportamentos, e principalmente, nos principais desafios e necessidades desse cliente ideal. 

Isso é o que chamamos de buyer persona, e nada mais são do que uma representação fictícia do seu cliente ideal.

#2 Quais os interesses da sua persona 

Agora que você já conhece o seu cliente ideal, é hora de identificar quais os conteúdos que são do interesse dessas pessoas. Nesse sentido, é preciso entender que os seus clientes em potencial possuem diferentes níveis de conhecimento sobre os serviços de arquitetura.

Alguns já sabem o problema que precisam resolver e buscam uma solução para isso, enquanto outros nem sequer sabem que precisam dos serviços de um arquiteto. 

É aqui que entra o funil de vendas: para que você tenha sucesso na sua estratégia de marketing de conteúdo para arquitetos você precisa considerar cada um dos estágios do funil na hora de criar conteúdos. 

Topo do funil: conteúdos responsáveis por atrair a atenção da sua audiência, introduzindo a sua marca e o universo no qual você atua. A ideia por trás desses conteúdos não é vender, e sim educar e entreter o seu cliente. 

Meio de funil: esses conteúdos são aqueles que focam nas dores e necessidades da sua audiência. Aqui, o cliente em potencial já sabe que ele possui um problema e busca possíveis soluções. 

Fundo de funil: o cliente já sabe que precisa dos serviços de um arquiteto, por isso é hora de começar a dialogar com essa pessoa de forma direta. Você pode fazer isso por meio de uma consultoria gratuita, ou até por uma avaliação de projeto. 

#3 Canais de Comunicação 

Esse passo irá definir o sucesso da sua estratégia de marketing de conteúdo para arquitetos!

Agora que você já sabe quem é o seu cliente ideal e já identificou qual o tipo de conteúdo que você deverá produzir, o próximo passo é escolher os canais pelos quais você fará a distribuição do seu conteúdo. 

Alguns dos canais mais promissores para serem explorados são:

Blogs: os blogs são uma ótima forma de atingir a sua audiência de topo e meio de funil, gerando reconhecimento para o seu escritório. Por meio desses conteúdos mais extensos, você será capaz de criar uma reputação e ganhar a confiança do seu público, o que é fundamental para o sucesso da sua estratégia de marketing de conteúdo para arquitetos. 

Redes Sociais: as redes sociais tem o potencial de atingir uma quantidade enorme de pessoas, e por isso são fundamentais para o sucesso da sua estratégia.

Normalmente as pessoas que chegam até você por esse canal são topo de funil, por isso é fundamental criar conteúdos capazes de chamar a atenção do seu cliente em potencial, destacando o seu perfil do da concorrência.

São uma ótima ferramenta para humanizar a sua marca e criar empatia com o seu cliente ideal, pois permitem uma comunicação mais pessoal. 

Lista de e-mails: esse canal é muito utilizado para trabalhar pessoas no meio e fundo de funil. Como é um meio de comunicação mais pessoal, são uma ótima forma de conquistar a confiança do seu cliente em potencial. 

#4 Crie o Seu Primeiro Post! 

Agora é hora de colocar a mão na massa e criar o seu primeiro post! Essa etapa pode ser desafiadora para a grande maioria dos profissionais, mas fazer a sua primeira postagem é fundamental para que você consiga testar a reação da sua audiência – o que permite que você comece a traçar uma estratégia.

#5 Planejamento de Conteúdo

Ao contrário do que muitos acreditam ser verdade, a criação de conteúdo requer dedicação e tempo. Por isso, é fundamental que você crie um calendário editorial para a sua marca! 

A ideia aqui é que você tire pelo menos um dia na semana para focar na criação de conteúdo. Lembre-se que o marketing de conteúdo para arquitetos requer consistência, por isso você deve focar em criar e publicar conteúdos com frequência. Essa é a única forma de você ser lembrado pela sua audiência!

#6 Criando Conteúdo 

Tão importante quanto criar conteúdos com frequência, é você diversificar o formato do seu conteúdo!

Por mais que você esteja se comunicando com um público específico, as pessoas ainda possuem particularidades e preferências: alguns usuários preferem consumir conteúdos em formato de vídeo, enquanto outros preferem textos e imagens.

As opções são diversas: vídeos no Youtube, IGTVs no Instagram, Blog posts, Podcasts e muito mais! Crie conteúdos em diferentes formatos e teste os níveis de engajamento de cada um deles.

#7 Medindo Resultados 

Por último, mas certamente não menos importante, é preciso estabelecer metas e medir os resultados das suas ações. Esse entendimento é crucial para que você possa identificar quais os conteúdos que mais agradam o seu público, e também para que você identifique as oportunidades de investimento de recursos. 

Para tanto, você precisa estabelecer métricas de desempenho que sejam realistas e alcançáveis! 

Marketing de Conteúdo Para Arquitetos 

Se você quer vender mais projetos de arquitetura, então você precisa apostar no marketing de conteúdo para arquitetos! 

A criação de conteúdo permite que você crie relacionamentos duradouros e verdadeiros com o seu cliente em potencial, além de ajudarem no processo de construção de autoridade no mercado.

Quando você é percebido como uma autoridade no assunto algo incrível acontece: as pessoas passam a confiar em você, o que significa que as objeções de compra desaparecem! 

Quer ficar por dentro de mais conteúdos e dicas incríveis como esse? Então não deixe de seguir o perfil do @vejaobra no Instagram! 

Posts relacionados

Deixe um comentário